(48) 9 9175 1101
Magnetismo

Magnetismo

CONHEÇA OS BENEFÍCIOS DO MAGNETISMO E DA MAGNETOTERAPIA

Como Funciona?

A terapia magnética consiste em expor o corpo à campos magnéticos buscando o alívio de dores, e a melhora de enfermidades.

A forma mais eficaz de se utilizar o tratamento magnético é com uso de colchões magnéticos, pois, passamos 1/3 de nossas vidas dormindo.

O tratamento magnético (magnetoterapia) acelera o processo de renovação celular, ajuda no alívio de dores, diminuí a acidez no sangue, e favorece a desintoxicação do organismo eliminando toxinas.

Esses efeitos do campo magnético sobre o organismo humano ajuda na prevenção de varizes, câimbras, tensões, e dores musculares.

O campo magnético ativa a circulação sanguínea local, prevenindo contra dezenas de males provenientes da má circulação do sangue, como infarto e derrame cerebral.


Como isso acontece?

Algumas informações sobre o funcionamento da terapia magnética consiste no fato de que as células e tecidos do corpo humano emitem impulsos eletromagnéticos.

Alguns especialistas acreditam que a presença de lesões interrompe esses campos de comunicação entre as células.

Os ímãs produzem campos de energia em diferentes potências, e os orientais desenvolvedores do tratamento acreditam que esses campos penetram no corpo humano, corrigindo distúrbios e restaurando a saúde dos sistemas atingidos.

Doutores em medicina da universidade de Tókio acreditam que a terapia magnética pode aliviar a dor causada pela artrite, dores de cabeça, enxaquecas, estresse, além de outros males que estão diretamente ligados à problemas de circulação do sangue.

Eles afirmam que ao usar ímãs sobre áreas de dor, ou doença, fortalecemos a capacidade de cura do próprio corpo.

Existem dúvidas quanto ao funcionamento desses campos, mas cientistas e adeptos do tratamento afirmam que o campo magnético aumenta o fluxo sanguíneo, e com isso aumenta–se o fluxo de oxigênio para as células, diminuindo depósitos de gordura nas paredes das artérias.

Há estudos e depoimentos que indicam que o campo magnético disponível em colchões magnéticos estimulam o metabolismo, aumentando a quantidade de oxigênio disponível para as células, criando um ambiente menos ácido no sangue.

Por essas razões, acredita-se que o colchão acelere a cicatrização de cortes, a recuperação de ossos, a cura de infecções, e que combate os efeitos de produtos químicos tóxicos sobre o organismo.

Os estudos sobre a magnetoterapia esbarram em um problema físico, pois, tem sido difícil explicar o efeito placebo quando se utiliza ímãs, já que os pacientes geralmente são capazes de dizer se a pulseira (ou objeto oferecido) é magnética, pois ímãs reais atraem objetos metálicos, e logo são percebidos.

Os excelentes resultados obtidos no uso disseminado de ímãs para auxílio no tratamento de lesões em animais de competição tornam o efeito placebo questionável já que animais não curam-se por autossugestão. 

Contra indicação: Colchões magnéticos não devem ser utilizados por portadores de marca-passo.

Não existem casos conhecidos, contudo, neste caso específico o campo magnético pode influenciar no funcionamento do aparelho que é sensível.

Compartilhar!

De sua Opinião